Jogue seu chiclete no asfalto

Certa vez, ao andar pelas ruas de Curitiba com meu irmão, o vejo cospindo um chiclete na rua. Bem no meio do asfalto.

Nossa, pra quê… briguei, xinguei, o chamei de porco pra baixo… me senti envergonhada por estar ao lado dele… e o pior de tudo, é que não dá para catar o chiclete do asfalto e jogá-lo na lixeira. Affe… logo ele que se mostra tão ecológico.. Logo ele que ao comprar um maço de cigarros separa a caixinha de papel do saquinho plástico e elimina cada um destes resíduos em seus devidos destinos…. Logo ele que já parou o carro de nosso pai, fazendo com que nosso irmão mais novo descesse do carro atrás de um papel de bala que o pirralho tinha jogado pela janela…. Logo ele que guarda as ponteiras de cigarro para que estas sejam descartadas em local correto…. O que ele tinha feito ao descartar o chicletes era um absurdo!!!

Será???

Foi então que ele me deu uma resposta, realmente muuuuito plausível, que venho tentando divulgá-la, não só em prol do meio ambiente, mas também como item de curiosidade.

Pode-se dizer que o chiclete é uma goma de mascar.. uma borracha saborizada… um pedaço de petróleo mastigável.

Já o asfalto, segundo definição do site Wikipédia,  é um “betume espesso, de material aglutinante escuro e reluzente, de estrutura sólida, constituído de misturas complexas de hidrocarbonetos não voláteis de elevada massa molecular, além de substâncias minerais, resíduo da destilação a vácuo do petróleo bruto“.

Ou seja, tanto o chiclete quanto o asfalto são feitos da mesma substância básica… petróleo.

Como se não bastasse isto, os pneus dos carros são feitos de borrachas… as quais necessitam de petróleo para sua obtenção.

Sendo assim, ao jogar o chiclete no asfalto, você não está poluindo, mas sim devolvendo o petróleo para o seu meio original. O chiclete, aderindo ao asfalto ou a borracha dos pneus, está aderindo a mesma substância da qual ele é originado, porém de estrutura diferente.

Se ao invés de jogarmos o chiclete no asfalto, o jogássemos na natureza, este demoraria cerca de 5 anos para se decompor. Caso o colocássemos “grudadinho” em um papel este papel já não poderia ser reciclado. O mesmo ocorre com o “esconder” o chiclete em pedaços de plásticos.. ou mesmo em pedaços de madeira (poltrona de cinema, certeira de salas de aula, em baixo da cama)…

Conclusão jogue seu chiclete no chão!! Obs: De preferência no asfalto para que ninguém pise em cima… pois apesar do chiclete ser do mesmo material da borracha da sola de seu tênis, é um tanto quanto desagradável pisar no chiclete dos outros!

Diana Vieira de Senne e Costa

Veja na imagem abaixo o tempo necessário para decomposição destes materiais, quando descartados de maneira incorreta, na natureza.

Fonte: UFRJ

reciclar

Saiba mais sobre reciclagem em:

https://saudeecologica.wordpress.com/2009/10/23/reciclagem/

4 responses to this post.

  1. Posted by Maria Vieira on 24/10/2009 at 3:12 PM

    Muuuuiiiito bem observado. Parabéns!!!

    Responder

  2. Posted by Maria Vieira on 24/10/2009 at 3:31 PM

    Viestes do Petróleo e ao Petróeo te tornarás!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Responder

  3. Posted by Diogo on 12/11/2009 at 3:09 AM

    aloco, fui citado! hahahah
    pois então, eu me lembro desse dia!
    Eu tinha assistido isso na mtv num programa antigo chamado vj´s em ação, onde eles tinham um louge para debate depois dos programas, era tipo um happy-hour com os vj´s. A Marina Person tinha comentado sobre isso e eu pensei ” pouts como é que eu nunca tinha pensado nisso antes?”

    Hoje em dia digo que a melhor alternativa para os chicletes é não consumi-los.

    Veja bem, quando você fica mastigando o chiclete por horas, seu organismo é enganado e você libera os sucos digestivos no seu estômago gratuitamente. Chiclete com açúcar pode danificar seus dentes, seu aparelho digestivo e, no final das contas, não tem um destino de reciclagem certa. Chicletes sem açúcar tem sorbitol ( aprendi essa assistindo house) que é laxativo, o que em alguns casos também não é muito legal.

    Mas caso consuma chicletes, o melhor é joga-lo no asfalto mesmo. O problema é que sempre que eu fazia isso, as pessoas me olhavam com o maior carão na rua de ” seu porco imundo!!!” hahahah

    Responder

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: